Saúde

Quem é Alexandria Ocasio-Cortez, congressista que tem chamado atenção nos EUA

Quem é Alexandria Ocasio-Cortez, congressista que tem chamado atenção nos EUA Alexandria Ocasio-Cortez, do Partido Democrata (Foto: Wikimedia Commons)Alexandria Ocasio-Cortez, do Partido Democrata (Foto: Wikimedia Commons)

Até junho do ano passado, quando venceu as eleições primárias do Partido Democrata para o Congresso, pouco se sabia sobre Alexandria Ocasio-Cortez. Mas desde que tomou posse no início do ano, a novata tem dado o que falar, principalmente devido a seus posicionamentos progressistas. Conheça mais sobre Ocasio-Cortez:

Ela tem um asteroide nomeado em sua homenagem
A nova-iorquina de 29 anos cresceu no bairro nova-iorquino do Bronx, um bairro de classe média baixa, em uma família de porto-riquenhos. Durante o Ensino Médio, ela conquistou o segundo lugar na Feira Internacional Intel de Ciência e Engenharia com um projeto de pesquisa sobre os efeitos de antioxidantes na espécie C. elegans, animais vermiformes muito usados como modelos para o estudo da biologia do desenvolvimento. Para demonstrar apreço pela pesquisa, o Laboratório do MIT nomeou um pequeno asteroide em sua homenagem, o 23238 Ocasio-Cortez.

Mas seu interesse mesmo sempre foi política e ativismo
Ocasio-Cortez estudou Relações Internacionais e Economia na Universidade Boston. Nas eleições presidenciais de 2016, foi uma das organizadoras da campanha de pré-candidatura de Bernie Sanders.

Sua eleição foi uma surpresa para todos
A parlamentar venceu as eleições primárias do Partido Democrata para o Congresso pelo 14º distrito de Nova York, que abrange os bairros do Bronx e do Queens. Ela derrotou Joseph Crowley, candidato com dez anos de mandato na Câmara de Representantes, e cotado para ser presidente da casa. Nas eleições de 2018, concorreu — e venceu — contra o candidato republicano.

Leia também:
+ Quem é Nancy Pelosi, primeira mulher presidente da Câmara dos EUA
+ Quem é Gita Gopinath, primeira mulher economista-chefe do FMI

Ela virou uma “estrela do progressismo”
Membro do grupo Democratic Socialists of America (Socialistas Democratas da América), ela se identifica parcialmente com o socialismo, rejeitando políticas de países como Cuba e Venezuela e se inspirando nas de países como Noruega, Finlândia e Suécia. Sua agenda política defende pautas como a implementação de um sistema de saúde universal nos EUA, abolição da Agência de Imigração Aduaneira do governo, aumento de impostos para os mais ricos, mais acesso a universidade e escolas públicas e, principalmente, a adoção de um “Novo Acordo Verde”.

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app Globo Mais para ler reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, a partir de R$ 4,90, e ter acesso às nossas edições.

Compartilhar Assine já!
Veja essa e outras matérias no site da Revista Galileu