Saúde

Guiana Francesa: um pedacinho da Europa que fica na América do Sul

Guiana Francesa: um pedacinho da Europa que fica na América do Sul Vista de Cayenne, a principal cidade da Guiana Francesa (Foto: Wikimedia Commons)Vista de Cayenne, a principal cidade da Guiana Francesa (Foto: Wikimedia Commons)

Mais de 8 mil quilômetros separam o Brasil da França, mas poucos quilômetros separam o estado do Amapá da região francesa. É que o nosso país faz fronteira com a Guiana Francesa, departamento ultramarino francês e única região da União Europeia na América do Sul. Entenda melhor as particularidades da região:

Fronteiras
Considerada um território ultramarino e não um país, a Guiana Francesa faz fronteira com o Brasil e com o Suriname. A fronteira entre Brasil e Guiana Francesa tem 730 quilômetros, dos quais 427 são de rios, e teve sua travessia facilitada em 2017, com a inauguração da Ponte Binacional Franco-Brasileira. Ela liga os municípios de Macapá e Caiena — até então, a travessia entre as regiões costumava ser feita por barco ou balsa.

Domínio europeu
A região era habitada por povos indígenas aruaques até ser explorada por nações europeias e colonizada pelos franceses, a partir de 1604. No entanto, as primeiras tentativas de colonização foram frustradas devido à revolta dos indígenas e às doenças tropicais que se espalharam pela região. A escravidão foi adotada até 1794, quando foi revogada durante a Revolução Francesa, mas voltou a ser estabelecida em 1804 por Napoleão Bonaparte, durante a invasão de Portugal: a abolição definitiva foi assinada em 1848. Somente após a Segunda Guerra Mundial, em 1946, que a Guiana Francesa passou a ser oficialmente considerada um território francês.

A ponte ultramarina que liga o Brasil com a Guiana Francesa (Foto: Wikimedia Commons)A ponte ultramarina que liga o Brasil com a Guiana Francesa (Foto: Wikimedia Commons)

Política e economia
Atualmente, os guianenses são governados pela Assembleia da Guiana Francesa, presidida por Rodolphe Alexandre. A moeda local é o euro e, ainda que a língua oficial seja o francês, boa parte da população fala um dialeto de base francesa. A pesca e a extração de ouro estão entre as principais atividades econômicas, o que faz com que o território seja afetado por garimpeiros clandestinos.

Leia também:
+ Guiana: 4 fatos para você conhecer o país sul-americano
+ Equador: quatro fatos para conhecer o país

Geografia
Com apenas 83 mil quilômetros quadrados de extensão, a Guiana Francesa tem cerca de 296 mil habitantes, população menor que a cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. Eles concentram-se principalmente na capital, Cayenne. O território é banhado pelo Oceano Atlântico e o clima é tropical, quente e úmido, com temperatura média de 27°C.

Centro Espacial
A Guiana Francesa abriga o Centro Espacial de Kourou. Apesar de o local ser um símbolo de tecnologia e progresso, a comuna de Kourou vive uma realidade bem diferente, com problemas de eletricidade, iluminação pública, saúde e segurança.

Lançamento realizado na base espacial de Korou, na Guiana Francesa (Foto: Wikimedia Commons)Lançamento realizado na base espacial de Korou, na Guiana Francesa (Foto: Wikimedia Commons)

Acompanha tudo da GALILEU? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais, o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Compartilhar Assine já!
Veja essa e outras matérias no site da Revista Galileu