Saúde

Morcegos estão sendo mortos no Peru por medo do novo coronavírus

Peruanos estão matando morcegos por medo do novo coronavírus: entenda (Foto: Unsplash)Peruanos estão matando morcegos por medo do novo coronavírus: entenda (Foto: Unsplash)

Algumas pessoas no Peru estão matando morcegos com o intuito de controlar a pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Segundo as autoridades do país, os cidadãos estão preocupados com a possibilidade do animal transmitir a doença.

A preocupação dos peruanos se baseia na crença dos especialistas de que o novo coronavírus seja a mutação de um vírus que atinge outra espécie animal. Dentre os principais suspeitos de ser o hospedeiro original do Sars-CoV-2 estão pangolins, serpentes e morcegos — espécies comumente consumidas em Wuhan, na China, onde a doença surgiu.

saiba mais

  • 54,8% dos casos importados de Covid-19 para o Brasil vieram da Itália
  • Imagens mostram coronavírus Sars-CoV-2 "matando" célula humana

As autoridades peruanas alertam para o fato de que o vírus que afeta os humanos é uma mutação do que atingia os animais, ou seja, outras espécies provavelmente não são vetores da doença. "Não devemos distorcer a situação devido à pandemia. Os morcegos não são nossos inimigos", disse o Serviço Nacional de Florestas e Fauna Silvestre (SERFOR) do Peru em comunicado.

Agora, o SERFOR está resgatando os morcegos ameaçados: mais de 200 animais já foram removidos de regiões onde estavam expostos aos humanos e transferidos para uma caverna. Além disso, os especialistas tentam informar a população sobre a importância dessa espécie para os seres humanos. "Setenta por cento das espécies no mundo se alimentam de insetos, muitos dos quais são prejudiciais à agricultura e à nossa saúde, como mosquitos que espalham a dengue e outras doenças", afirmam as autoridades.

Veja essa e outras matérias no site da Revista Galileu